Make your own free website on Tripod.com

NEBULA


Por entre a vasta nébula cinzenta,
Um vulto é avistado,ainda nada se via,
Ainda nada se percebia,no entanto estava lá,
Ainda não sabia o que era,quando foi contemplado com uma luz,
Uma luz tão forte,uma luz que depressa me cegou,
Depressa me envolveu naquele brilho único,
Mas ainda não sabia o que era,mal conseguia ver,
Pois eu estava cego,tinha a vista encadeada,até que,
Após passada a forte luz,eu vi frente a frente com uma flor,
Era a mais bela flor que ali havia a sua beleza batia de longe todas as, outras.
Em seu redor tinha uma folha que dizia:
A mim amaras,A mim darás vida A mim me beijaras,

Pois sou a tua escolhida...